quarta-feira, março 31, 2010

Google fará ação online-offline para Copa


Google, ESPN e Sony Music estão juntos na ação ´Palpita Brasil´: projeto une as mídias para criar programação exclusiva e gerar lucros pela internet


SÃO PAULO – Em parceria com a ESPN e Sony Music, o Google Brasil colocou no ar hoje a iniciativa “Palpita Brasil”, que reunirá conteúdos exclusivos no YouTube para a Copa do Mundo.

A programação do canal online será feita, até o fim do evento, por duas frentes: pela emissora esportiva e pelos próprios usuários, trazendo, com isso, o que os organizadores chamam de “uma nova interação direta” para a rede.
Ao todo, serão publicadas incontáveis mídias, desde reportagens até concursos culturais, todas apoiadas pela tática de marketing do Google em abusar dos links patrocinados na busca.

“Estamos fazendo uma fusão do webjornalismo e do marketing digital. Uma visão diferenciada do que está acontecendo na Copa, o que você não poderia fazer pela internet até então”, diz Alex Dias, presidente do Google Brasil.

Para o Google, a peculiaridade do novo canal se inicia na temática da ação: a paixão do brasileiro e seu hábito em dar palpites – ambos justificados no nome “Palpitar”. A partir disso, as empresas pretendem mostrar o outro lado da cobertura futebolística, o do torcedor.

A ESPN diz ter escalado um time especial de jornalistas para a África do Sul, que mostrará fatos curiosos e boas histórias do evento, como as aventuras da repórter Renata Falzoni, que atravessará o país de bicicleta, com o auxílio do Google Maps.

Haverá também, de acordo com a emissora, programas feitos especialmente para o YouTube, além dos conteúdos compartilhados na TV e na rede, com participação de grandes nomes do esporte, a exemplo de Paulo Vinicius Coelho (PVC) e Milton Trajano.

O que não deve fazer parte do canal, porém, são as partidas oficiais da Copa do Mundo, pois, de acordo com André Quadra, diretor de marketing da ESPN, a emissora só está autorizada a veicular os jogos na TV, restringindo o uso das imagens pela internet.

Ainda na ala dos negócios, o Google diz que ajudará anunciantes de todos os portes a tirar melhor proveito da Copa, criando um hotsite especial chamado de "Fanáticos por Futebol F.C.", que traz informações sobre montar uma campanha personalizada de AdWords.


Skol, Sony Electronics, Vivo e Volkswagen também são parceiros do projeto.




Fonte: http://info.abril.com.br/

Tecnologia 3D tem que conquistar seu lugar dentro de casa


Em recente evento em Boston, a Panasonic fez uma demonstração de seu mais recente produto 3D: um televisor de plasma com tela de alta definição de 50 polegadas, que chegará ao mercado no mês que vem ao preço de US$ 2.499.

Em uma sala escura, coloquei o óculos de US$ 150 e assisti cenas de cascatas e caminhadas em imagens tridimensionais mais claras e nítidas do que qualquer coisa que eu tenha visto nos cinemas. Sem oferecer números específicos, a Panasonic afirmou que vendeu todo o estoque disponível de outros de seus modelos 3D em apenas uma semana, nos Estados Unidos.

Os anúncios da Panasonic e de outros grandes fabricantes como Mitsubisihi, Toshiba, Sony e Philips significam que os consumidores em breve poderão comprar muitos produtos 3D diferentes: televisores, aparelhos de Blu-ray, videogames e até mesmo câmeras. Um novo padrão Blu-ray para 3D também deve facilitar para as companhias a produção de conteúdo em 3D executável em todos os televisores 3D.

"Cerca de 8% dos televisores vendidos aos consumidores dos Estados Unidos este ano serão 3D, e no que vem essa proporção dobrará", disse Robert Perry, vice-presidente sênior da divisão Panasonic Consumer Electronics.

Já que os televisores de alta definição precisaram de oito anos para conquistar o mercado, Perry prevê que "precisaremos de quatro ou cinco anos para que metade dos televisores vendidos nos Estados Unidos tenham capacidade 3D. Mas depois disso a proporção vai subir muito rápido".

Os fabricantes esperam que a popularidade dos filmes 3D ajude a levar essa tecnologia aos lares. "Existe maior conscientização sobre o 3D", disse Jonas Tanenbaum, vice-presidente de marketing de televisores LCD e LED na Samsung, que este ano está oferecendo 15 modelos de televisores 3D, em versões LED, LCD e plasma, com preços de US$ 1.699 a US$ 5 mil. No entanto, alguns especialistas demonstram mais ceticismo quanto à adoção ampla.

A DisplaySearch, uma empresa de pesquisa, prevê que este ano 1,2 milhão de televisores 3D serão vendidos, e que no ano que vem o total chegará a quatro milhões, ante os 200 mil vendidos em 2009. Jennifer Colegrove, diretora de tecnologias de tela na DisplaySearch, disse que todos esses televisores - que podem também funcionar em modo 2D - serão usados primordialmente para assistir a programação em 2D.

"A maioria das pessoas que compra televisores 3D não usará o recurso", disse. Um dos obstáculos, segundo Colegrove, é que alguns televisores 3D não funcionam bem sob iluminação fluorescente ou de halogênio (a luz interfere com o emissor infravermelho que transmite sinais do televisor aos óculos 3D).




Fonte: http://tecnologia.terra.com.br/

Como fugir do antivírus falso


Programa simula detecção feita por um antivírus real


O scareware, também conhecido como falso antivírus, é uma modalidade de golpe virtual criada para assustar as pessoas, simulando a detecção de diversos vírus no computador.


Em muitos casos, ele é capaz de travar o acesso ao sistema até que o usuário siga uma série de procedimentos que terminam com o pagamento de um “resgate” aos criadores da ameaça. As soluções costumam liberar o uso da máquina, mas não apagam o código malicioso.
“O antivírus falso funciona como uma solução de segurança, mostrando ao usuário uma série de arquivos supostamente infectados, incluindo programas autênticos. Então, ele informa que só é possível se livrar da contaminação se uma quantia específica for paga. Esse valor pode chegar a US$ 50”, explica Fioravante Souza, especialista em segurança digital da Trend Micro.


Ele aponta que essa contaminação funciona de várias formas, todas envolvendo técnicas de engenharia social. Os criminosos criam armadilhas para as pessoas que acessam páginas comprometidas, baixam e instalam os arquivos.


Uma das práticas mais comuns para atrair o usuário utiliza o Black Hat SEO (Search Engine Optimization) como base. Ela consiste na introdução de links contaminados em motores de busca como o Google e o Bing, por exemplo.


“São criados sites sobre eventos recentes, como tragédias e notícias de celebridades, onde são aplicadas técnicas que auxiliam o desempenho nas buscas. Quando eles aparecem nas primeiras colocações, links são alterados, levando à contaminação”, afirma Fioravante.


Site mostra rostos do mundo em fotos


O Facity é um projeto internacional de fotografia criado em Berlim. O nome surgiu da contração das palavras "face" e "cidade". O site é um amplo mosaico que expõe uma coleção de fotos espontâneas, mostrando na web rostos femininos e masculinos de todas as partes do mundo.

Qualquer internauta pode enviar a sua foto para ser exibida no www.facity.com/, com seu nome e o nome da cidade em que vive.


Para isso, entretanto, é necessário obedecer a algumas regras do criador do projeto, Hannes Castar. Por exemplo: os modelos não podem, de maneira nenhuma, aparecer sorrindo.

Além disso, os rostos devem ser retratados em primeiro plano, voltados para frente, com os olhos bem abertos, cabelo puxado, com maquiagem leve ou sem maquiagem. As fotos não podem mostrar roupas nem acessórios (piercings, brincos, óculos).

Todos os dias são expostas cerca de 15 novas imagens no site, num projeto que começou há dois anos, para mostrar as diferentes faces do mundo.


É possível participar como fotografo também. Para isso, basta se cadastrar no site e ter disponibilidade para fazer, ao menos, uma foto por semana, durante seis meses. Interessados em participar podem obter mais informações pelo atalho http://bit.ly/2Rpoci.




Fonte: http://tecnologia.terra.com.br

Software faz pregão dentro do bar


SÃO PAULO - Painéis de LED importados da China mostram a cotação das bebidas no Wall Street Bar, em São Paulo.


O sistema funciona como uma bolsa de valores: o custo dos drinques varia de acordo com o consumo. Desde que o bar foi inaugurado, em dezembro, a Bohemia já chegou a 29 reais em um dia movimentado e caiu para 2 reais em uma noite tranquila. Os donos não revelam como funciona o software regulador de preços, mas garantem que ele nunca dá prejuízo. Quando um dos preços sobe, o outro cai. Petiscos, bebidas e músicas são pedidos diretamente nas telas touchscreen de cada mesa. O cliente só vê os garçons quando a comida chega, ou para pagar a conta.



Fonte: http://info.abril.com.br/

terça-feira, março 30, 2010

Cientistas procuram matéria escura com LHC


Os cientistas do centro de pesquisa Cern começarão amanhã a promover colisões de partículas a energia muito elevada e a velocidade próxima à da luz a fim de criar miniversões do "Big Bang", evento que deu origem ao Universo.

"Estamos abrindo as portas à Nova Física, a um novo período de descobertas na história da humanidade", disse Rolf Dieter Heuer, diretor geral do Centro Europeu de Pesquisa Nuclear (Cern), localizado na fronteira entre a França e a Suíça, perto de Genebra.

Na manhã de terça-feira, feixes de partículas começarão a circular em direções opostas no túnel oval de 27 quilômetros do Grande Colisor de Hádrons, ou LHC na sigla em inglês, a uma energia de 3,5 tera-elétron volts (TeV), ou 3,5 bilhões de bilhões de elétron volts.

Quando as partículas colidirem umas com as outras, cada colisão criará uma explosão que permitirá que milhares de cientistas vinculados ao projeto em todo o mundo rastreiem e analisem o que aconteceu um nanossegundo depois do verdadeiro Big Bang, 13,7 bilhões de anos atrás.
O Cern reativou o LHC em novembro, depois de paralisá-lo nove dias após o lançamento inicial, em setembro de 2008, quando a máquina se superaqueceu devido a problemas no cabo supercondutor que conecta dois ímãs de refrigeração.

Os cientistas esperam que a grande experiência lance luz sobre mistérios importantes do cosmos, como a origem das estrelas e dos planetas e o que exatamente é a matéria escura.

Com o tempo, especialmente depois de 2013, quando a energia do feixe subirá a 7 TeV, com poder de impacto de 14 TeV, o LHC, uma construção subterrânea, deve gerar bilhões de colisões, propiciando um vasto volume de dados sobre a detonação primordial e aquilo que aconteceu depois.

Mas pode demorar horas ou até mesmo dias antes que aconteçam as primeiras colisões na maior experiência científica do mundo.




Fonte: http://info.abril.com.br/

Coca-Cola lança garrafa mais ecológica


No último dia 25, a Coca Cola lançou a PlantBottle, uma garrafa PET que diminui em 25% o CO2 emitido durante a fabricação.


O produto tem etanol proveniente da cana como substituto de parte do petróleo e, por ser 30% à base de planta, diminui a dependência de recursos não renováveis.
A Plant Bottle é igual a uma PET convencional em relação às suas propriedades químicas, cor, peso e aparência, além de ser 100% reciclável. A empresa espera que, em 2010, a produção das garrafas resulte na redução de uso de mais de cinco mil barris de petróleo.

Seu plástico é produzido a partir da reação química de dois componentes: MEG (monoetileno glicol), responsável por 30% de seu peso; e PTA (ácido politereftálico), responsável pelos 70% restantes.

As garrafas serão comercializadas em abril, inicialmente nas embalagens de 500ml e 600 ml, no Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Curitiba, Recife e Porto Alegre.

Está é a primeira vez que a Coca Cola disponibiliza este tipo de embalagem na América Latina, porém todas as Plant Bottles do mundo utilizam o etanol brasileiro em sua fabricação. A cana-de-açúcar provém de fornecedores auditados, que utilizam essencialmente a irrigação natural (chuva) e a colheita mecânica.




Fonte: http://info.abril.com.br/

Games de música preveem revolução da dança


Integrantes do Aerosmith em lançamento do seu Guitar Hero: vendas da categoria despencaram nos 12 últimos meses.


Os jogos de música estão prontos a fechar o círculo e o estágio seguinte desse segmento que vem enfrentando problemas se enquadrará na conhecida categoria dos jogos de dança, acionados por novos controladores com sensores de movimentos que devem chegar ao mercado no final deste ano.

A Microsoft planeja levar às lojas o sistema Project Natal em tempo para a temporada de festas de fim de ano. O aparelho é uma câmera que reconhece os gestos e movimentos de todo o corpo do usuário como forma de controlar um videogame. O Move, da Sony, anunciado na Game Developers Conference, em março, é mais parecido com o sistema do Nintendo Wii, com um controlador que o usuário segura nas mãos, um sensor que rastreia os movimentos e uma câmera que projeta tudo isso para o jogo, afirma a revista Billboard.
persas produtoras de videogame, entre as quais a Harmonix, criadora da série "Rock Band" devem lançar jogos que utilizam esses novos controladores de captura de movimentos ainda este ano, se bem que a maioria dos títulos não deve chegar ao mercado antes de 2011. Fontes dizem antecipar que as produtoras lancem alguns desses títulos na conferência de videogames E3, em junho.

Os jogos que tomam a dança como base terão presença forte nesses lançamentos e devem oferecer um estímulo muito necessário ao segmento de jogos de música.

As vendas da categoria despencaram nos 12 últimos meses, com a queda do interesse pelas séries "Guitar Hero" e "Rock Band". O problema, de acordo com Jesse pnich, CEO de serviços de análise da Electronic Entertainment Design and Research, é que, apesar de um dilúvio de conteúdo novo, não houve inovações nos recursos do gênero. E o conteúdo, diz pnich, só é capaz de sustentar uma série durante algum tempo.

O precursor dos jogos de música e ritmo como "Guitar Hero" e "Rock Band" foi "Dance Dance Revolution", da Konami, hit nos fliperamas que posteriormente migrou para as plataformas domésticas. O jogo dependia de um controlador especial, na forma de um tapete, e ele demonstrou pouca evolução, mais ou menos como os controladores em forma de guitarra e bateria usados em "Guitar Hero" e "Rock Band".

"Foi muito popular, mas sem chegar à audiência mais ampla que ´Guitar Hero´ atingiu", disse pnich. "O Project Natal e o Sony Move levarão a categoria de dança a uma audiência mais ampla. Essa categoria pode movimentar 1 bilhão de dólares dentro de 24 meses."




Fonte: http://info.abril.com.br/

Ricardo Eletro e Insinuante anunciam união


União da Ricardo Eletro e Insinuante cria segunda maior rede de varejo de eletroeletrônicos do país.


A fusão, anunciada hoje, forma o segundo maior grupo varejista brasileiro, com 488 lojas e faturamento de R$ 4 bilhões em 2009.
Juntas, elas ultrapassam o Magazine Luiza, que possui 455 lojas e faturamento de R$ 3,8 e alcançam o segundo lugar do varejo eletroeletrônico, perdendo apenas para o conglomerado Casas Bahia e Pão de Açúcar - um grupo de 1.015 lojas e faturamento anual de R$ 40 bilhões.

Antes da fusão de hoje, a empresa mineira Ricardo Eletro estava na quinta posição do ranking. Ela foi fundada em 1989 e possui 268 lojas espalhadas pelos estados de Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Sergipe, Alagoas, Bahia, Goiás e Distrito Federal.


Já a Insinuante começou a operar em 1959 e possui 220 lojas em todos Estados do Nordeste, no Rio de Janeiro e no Espírito Santo.




Fonte: http://info.abril.com.br/

GPS de bolso Apontador é bom e barato



Com tela de 3,5", o Slimway manda bem nos comandos e custa 399 reais

Com porte compacto e desenvoltura nas ruas, o Apontador Slimway, fabricado pela Unicoba, é uma boa opção de GPS para quem está procurando um equipamento simples e barato. Esse modelo sensível ao toque de 3,5 polegadas tem sinal estável, emite comandos completos e funciona como player de áudio e vídeo. Também agrada por ser fininho e, principalmente, por custar 399 reais.

Os mapas do Slimway permitem navegação completa por 345 cidades brasileiras, mas chega a identificar 1.294 municípios. Nos testes do INFOLAB, ele passou informações detalhadas, como “faça uma curva leve à direita e, depois, vire à esquerda”. Só é uma pena ele não dizer os nomes das ruas. As marcações de velocidade e distância são razoavelmente precisas, assim como o alerta em relação à presença de radares.

No teste das ruas, o navegador manteve bom nível de sinal. Na primeira vez que o ligamos, ele demorou 2 minutos para encontrar os satélites. Também mostrou agilidade para recalcular o caminho após desviarmos do trajeto original. Ao sairmos de um túnel, levou alguns segundos para recalcular a rota. A velocidade de operação do software é agradável. Deslizando o mapa com o dedo, a página não demorou a rolar.
GPS bom de player

Se você pegar um congestionamento daqueles e não tiver o que fazer dentro do carro, o Apontador Slimway quebra o galho como tocador de áudio e vídeo, embora a tela de 3,5 polegadas não seja uma maravilha para essa função. O GPS tem memória interna de 512 MB, mas aceita cartões microSD de até 8 GB. É compatível com os formatos AVI, ASF, MP4, 3GP e WMV (vídeo), WMA, MP3 e WAV (áudio) e JPEG, BMP, GIF e PNG (fotos).

O menu do Slimway traz ícones grandes e bem identificados, que facilitam as operações. Na hora de teclar um endereço, ele usa um teclado QWERTY que vai apagando letras conforme você digita e destacando as sugestões. Ele exibe também a faixa de números possíveis na rua selecionada. Todas as informações da rota ficam condensadas na lateral esquerda. Um menu expandido na barra lateral mostra informações detalhadas da viagem.



Fonte: http://info.abril.com.br/

segunda-feira, março 29, 2010

Fone controlado pelos olhos e Android são destaque nos EUA


A CTIA Wireless, nos Estados Unidos, é a uma espécie de versão americana do Mobile World Congress - evento realizado em Barcelona, reeditando os lançamentos da feira europeia para os Estados Unidos, reservando poucas novidades - e muitas delas exclusivas para as operadoras da América do Norte. Desta vez, não foi diferente, com os aparelhos movidos a Android roubando a cena. Mas um porta-retratos digital e um fone de ouvido que responde aos movimentos dos olhos também chamarama atenção. Confira alguns dos destaques.
HTC: O EVO 4G é o primeiro aparelho com Android 2.1 compatível com redes Wi-Max. Será vendido pela operadora Sprint e atinge velocidades de download até 10 vezes mais rápidas que um telefone 3G. Nas especificações técnicas, é o smartphone mais completo que surgiu até o momento: processador Qualcomm Snapdragon de 1 GHz, duas câmeras integradas (uma frontal de 1,3 megapixel para videochamadas e uma traseira de 8 megapixels com gravação em alta definição), tela sensível ao toque de 4,3 polegadas e um transmissor Wi-Fi que permite que até outros oito dispositivos compartilhem a conexão Wi-Max, além de gravar e reproduzir vídeos em alta definição (720p).
Samsung: o novo Galaxy S (GT-I9000), também com Android 2.1 e tela sensível ao toque de 4 polegadas, chega ao Brasil no terceiro trimestre deste ano. O Galaxy S conta com tela sensível ao toque do tipo AMOLED, mais econômica e fácil de visualizar, com resolução de 800 x 480 pontos, processador de 1 GHz e câmera de 5 megapixels capaz de filmar em qualidade HD (720), além de conectividade 3G, Wi-Fi, Bluetooth e navegação via GPS.
Dell: em parceria com a operadora AT&T e sem dar muitos detalhes, a Dell anunciou o Aero, que será o primeiro smartphone Android da marca nos Estados Unidos. ¿Estará disponível em breve, com uma nova e linda interface desenvolvida pela Dell e AT&T¿, disseram as empresas em um comunicado. À primeira vista, o Aero lembra o Mini 3ix, à venda desde o final de 2009 no Brasil.
Além dos celulares e smartphones outros dois produtos chamaram bastante a atenção: um porta-retratos que recebe e envia fotos pela web, e um fone de ouvido controlado pelo movimento dos olhos.
DoCoMo: no estande da operadora japonesa, foi demonstrado um fone de ouvido controlado pelo movimento dos olhos. Eletrodos colocados nos fones capturam mudanças elétricas causadas pelo movimentos oculares e os traduz em comandos que podem controlar tocadores de música ou celulares.
Isabella Products: o porta-retratos Vizit usa um plano de dados da AT&T para receber fotos e compartilhar com amigos e familiares. O aparelho custa US$ 279, mais US$ 5,99/mês para a versão básica do plano de dados e US$ 79,99/ano para a premium.

Fonte: http://tecnologia.terra.com.br

Ferramenta oferece personalização online segura e sem custo

Uma novidade para personalizar o modelo de navegação do internauta e tornar sua experiência online mais atrativa começa a chegar aos usuários brasileiros de internet fixa. Trata-se do Navegador, solução que permite substituir grande parte do conteúdo e das ofertas que hoje são sugeridas de forma aleatória por informações que sejam realmente do interesse do usuário, proporcionando uma experiência personalizada, muito mais rica e eficiente. E o que é melhor: com total privacidade e segurança e sem custo.

A solução começa a ser oferecida, gradualmente, aos usuários da banda larga fixa da Oi - por enquanto, apenas no Rio de Janeiro. A ideia é que, até o final do ano, esteja disponível em todas as praças atendidas pela operadora no País. Além da Oi, participam do projeto Terra, UOL, IG e Estadão.

Como funciona o Navegador
Ao fazer o login em sua máquina, o usuário verá uma tela que explica a nova funcionalidade e pergunta se ele quer experimentá-la. A escolha é, desde o princípio, do internauta: a ferramenta só é ativada depois que ele aceita a oferta. Com isso, ele será levado a um site conceito, contendo informações variadas. A grande "mágica" da solução é que à medida que o usuário vai navegando, ela identifica suas preferências, em tempo real, "aprende" os conteúdos que mais interessam a ele e prioriza as informações.

Até mesmo a questão do tempo é levada em consideração. Por exemplo, digamos que você vai viajar e procura com frequência durante uma semana informações sobre Buenos Aires. Quando parar de fazer buscas sobre a capital argentina, a ferramenta vai "entender" que o tópico já não é tão interessante para você e não vai mais considerá-lo prioridade como antes.

O Navegador não guarda dados pessoais do usuário nem endereço IP da sua máquina, sequer histórico da navegação. Em vez disso, utiliza uma chave randômica de 24 dígitos, não rastreável, que é colocada no browser do usuário: todos os perfis de interesse são atribuídos a esta chave aleatória. Ou seja, não há como ligar as informações a uma determinada pessoa, nada fica associado nem ao internauta nem a sua máquina.

O sistema trabalha apenas com páginas públicas da web, isto é, não opera em e-mail e sites que tenham procedimentos de segurança que exijam senhas de acesso (como os bancos). Outra característica do Navegador é que o sistema exclui temas sensíveis como jogos de azar, drogas, álcool, laudos médicos e conteúdo adulto.




Fonte: http://tecnologia.terra.com.br/

domingo, março 28, 2010

Firefox ou Google Chrome: qual é o melhor navegador?


Um leitor do blog Lifehacker, irmão do Gizmodo, quer saber: qual navegador usar, Chrome ou Firefox? Esta pergunta tem sido feita cada vez mais ultimamente, e com bons motivos. É o seguinte: o Google Chrome consertou vários problemas do Firefox que a maioria dos usuários do Firefox nem sabia que tinha, e a raposa ainda está tentando alcançar o concorrente. (Instalação de complementos sem reiniciar o navegador; processos isolados, que evita que uma aba trave o browser inteiro etc.) Por isso, o conjunto de funcionalidades do Chrome vem conquistando vários fãs do Firefox.

A resposta à pergunta acima depende do sistema operacional do navegador. Abaixo seguem as respostas para quem usa Windows e Mac (fãs do Linux, pulem para o fim do texto).

Windows: Chrome ou Firefox?
Não há uma resposta curta para esta pergunta, então vamos considerar os prós e contras de cada navegador.

Primeiro, nos testes habituais de desempenho de navegadores que o Lifehacker faz, o Chrome vem ganhando consistentemente da concorrência, ou chega em segundo lugar na maioria das categorias, enquanto o Firefox dificilmente sai na frente. Isto não quer dizer que o Firefox seja extremamente lento: só significa que, comparado ao Chrome, ele não é o mais rápido.

Mas isto nos traz a um ponto importante: lentidão. Apesar de o Firefox se dar bem nos testes de memória (ele ganha com regularidade nos testes de memória que o Lifehacker faz), muitos usuários do Firefox se mostram frustrados com a lentidão causada pelo que eles dizem ser alto consumo de memória. O consumo de memória em si não é grande coisa (o Chrome também usa muita memória), mas o uso de memória vem geralmente acompanhado de lentidão no Firefox.

Então o que faz os usuários do Firefox ficarem com a raposa, apesar de o Chrome ser melhor na maioria das categorias dos testes? Extensões. (Ou complementos, ou add-ins!) O ecossistema de extensões do Firefox tem sido uma das grandes vantagens deste navegador open-source, e se tem alguma coisa que você gostaria que seu navegador fizesse diferente, há uma boa chance de que haja uma extensão para isso no Firefox.

O Chrome também tem uma crescente galeria de extensões, e apesar de não chegar nem perto do suporte a complementos que o Firefox tem, a cada dia mais e mais funções das extensões mais populares do Firefox aparecem no Chrome. O Xmarks, que sincroniza o Chrome com seus favoritos do Firefox; o LastPass, que sincroniza e armazena de forma segura todas as suas senhas; até mesmo a extensão essencial para todos os desenvolvedores web, o Firebug, está disponível no Chrome em versão light.

Se você usa muitos complementos para Firefox ¿ especialmente alguns mais obscuros ¿ pode ser que você não encontre substitutos para todos eles no Chrome. Mas se você só usa algumas extensões mais populares, é maior a chance de mudar para o Chrome sem sentir grandes diferenças.

Por outro lado, muita gente evita o Chrome porque ele é ligado ao Google: se você acha que o Google já tem informações demais sobre você, talvez você queira ficar com o Firefox. Sim, é possível controlar o que passa pelos servidores do Google no próprio Chrome, mas se você já está desconfiado, talvez isso não sirva de consolo.

Enfim, se você anda decepcionado com o Firefox, recomendamos testar o Chrome para ver o que você acha: se você não gostar, é só voltar para a raposa. Se, por outro lado, você estiver bem com o Firefox, não vemos nenhum motivo para mudar ¿ em time que está ganhando, não se mexe, certo?

Mac: Firefox ou Chrome?
A resposta aqui é bem diferente ¿ e bem menor. O Chrome for Mac funciona rápido no OS X, as mesmas extensões que funcionam no Chrome para Windows funcionam no Mac, ele isola processos para que uma aba que trave não comprometa o navegador todo, e assim vai.

Infelizmente, por experiência, o Chrome para OS X ainda é pouco maduro para ser adotado em tempo integral. Ele foi lançado bem depois da versão para Windows, está aí há menos de um ano, e ainda é versão beta (não existe ainda uma versão final). Por isso ele tende a dar travadinhas, parar de responder e outros problemas que uma versão para ser usada todo dia não deveria ter. Então talvez não seja ideal mudar de vez para o Chrome for Mac.

Para os fãs do Linux: o artigo original não cobriu o Linux porque os editores do Lifehacker não tiveram experiência suficiente com o Chrome para dar uma opinião embasada, e a gente do Giz Brasil também não.

Da mesma forma, sabemos que vocês podem discordar do que falamos aqui, então se você tem algo a dizer sobre o assunto, gostaríamos de ouvir você.

O artigo original (em inglês) do Lifehacker pode ser visto pelo atalho http://tinyurl.com/y9pp5ag.




Fonte: http://tecnologia.terra.com.br/

Tablet com Android custa 1/3 do iPad


O iPad chega às lojas americanas (no sentido de Estados Unidos, não aquela rede varejista brasileira) dia 3 de abril por U$ 499. Por menos de um terço disso você pode comprar um ZenPad, um tablet com tela sensível ao toque movido a Android.
O produto tem tela de 5´´ (800 x 480), processador Samsung de 667 MHz e armazena até 8 GB de dados. O dispositivo navega via Wi-Fi e 3G. Este último recurso, aliás, não estará disponível na primeira leva de iPads que chegará às lojas.

Na real, o ZenPad não tem o charme do iPad nem suas prometidas 10 horas de baterias (segundo o fabricante, o ZenPad segura a onda por no máximo 3 horas).

O produto é atraente, porém, para quem curte a liberdade de um sistema operacional como o Android e não tem paciência para as dezenas de limitações e bloqueios que a Apple impõe a seus produtos. Além do preço, é, claro: US$ 155.

Por mais US$ 25, você embarca um GPS no ZenPad





Fonte: http://info.abril.com.br/

Nova ancestral humana é achada na Sibéria


Material genético retirado de um osso de dedo mindinho achado em uma caverna siberiana mostra que um tipo de pré-humano até agora desconhecido viveu junto com humanos modernos e Neandertais, relataram cientistas.
A criatura, apelidada por enquanto de "Mulher X", poderia ter vivido há meros 30 mil anos, e aparentemente guarda parentesco apenas remoto com os humanos modernos e os Neandertais, segundo os pesquisadores.

"Realmente pareceu algo que nunca vimos antes", disse por telefone Johannes Krause, do Instituto Max Planck de Antropologia Evolutiva, em Leipzig, na Alemanha. "Era uma sequência (de DNA) que parecia como a de humanos, mas realmente bem diferente."

Em artigo na revista Nature, Krause e seus colegas disseram que conseguiram sequenciar o DNA da mitocôndria, parte da célula que é transmitida praticamente intacta de mãe para filha. Eles compararam-no ao DNA de humanos, Neandertais e macacos.

A sequência indica que esse hominídeo divergiu há cerca de 1 milhão de anos da linhagem que deu origem a humanos e Neandertais, a qual por sua vez se dividiu há cerca de 500 mil anos.


Dessa forma, a "Mulher X" é mais jovem que o "Homo erectus", pré-humano que deixou a África para colonizar boa parte do mundo há cerca de 1,9 milhão de anos.

"É alguma nova criatura que não estava no nosso radar até agora", disse Svaante Paabo, colega de Krause e especialista em análise de DNA antigo.

Além disso, esse humanídeo teria vivido perto de humanos modernos e de Neandertais. "Havia pelo menos três... diferentes formas de humanos nesta área há 40 mil anos", disse Paabo.

Software analisa sentimentos pela voz


A empresa israelense desenvolve software que analisa a fala em tempo real e a traduz em gráficos que descrevem as emoções do falante.


A invenção de chama Maginify e foi criada por Yoram Levanon, CEO da empresa eXaudios Technologies – que apresentou o produto no início da semana na DEMOSpring 2010 em Palm Springs, Califórnia.
O software analisa a entonação e volume da voz e, em menos de 15 segundos, entrega um relatório da fala com cerca de 80% de precisão. O sistema independe da língua falada e, por motivos ainda não compreendidos, o aparelho funciona de forma menos precisa quando a pessoa tem dislexia.


Inicialmente, o Maginify será voltado para call centers como forma de monitorar chamadas e permitir que a equipe identifique se o cliente está ficando com raiva e reaja de acordo. Quem ligar e deixar um recado também pode ser beneficiado pela análise da entonação, já que os operadores poderão passar na frente aquelas pessoas que parecerem mais aborrecidas – o que será tarefa difícil, dado que o nível de irritação em call centers é generalizado.


Apesar de identificar uma série de emoções, no ambiente dos call centers alegria e raiva são as mais importantes.


Há também uma versão que analisa gravações, e não ao vivo, para fins estatísticos. A empresa também acredita que o softaware possa ser usado em programas de segurança nacional.




Fonte: http://info.abril.com.br/

Ataque abusa do tema Copa do Mundo


Mais um ataque utilizando PDFs apareceu na rede. Dessa vez, os criminosos estão utilizando a Copa do Mundo de 2010 como chamariz.
O MessageLabs, de propriedade da Symantec, identificou a ameaça como um malware inserido em um guia oficial da empresa Greenlife para a competição.
Segundo a companhia de segurança, o ataque tem como alvo principal indivíduos dentro de grandes organizações governamentais. O objetivo é ganhar acesso aos computadores para roubar informações e monitorar o fluxo de dados.


O material genuíno foi baixado do site oficial da empresa e infectado com a ameaça, que é enviada por e-mail. Usuários que abrirem o documento podem expor seu sistema caso o Adobe Reader não esteja atualizado.


A vulnerabilidade em questão foi corrigida recentemente, mas os criminosos acreditam que podem encontrar máquinas que ainda não passaram pelo update. A melhor forma de se proteger contra o ataque consiste em manter sempre a última versão do programa no PC.




Fonte: http://info.abril.com.br/

sábado, março 27, 2010

Acer Ferrari One x Asus Eee PC 1201N


Colocamos lado a lado os dois netbooks mais poderosos. Veja quem leva a melhor


Eles ainda nem chegaram às lojas do Brasil, mas dois netbooks poderosos já estão mexendo com os ânimos de quem tanto esperava por um minilaptop com placa de vídeo decente e processador de dois núcleos.

De um lado, o Acer Ferrari One (de 1.999 reais) chama a atenção de longe, por causa do design, fazendo justiça à marca do cavalinho rampante. De outro, o Asus Eee PC 1201N (de 1.499 reais) é puro desempenho, puxado pela aguardada plataforma NVIDIA ION.

Testamos os dois micros, que vão para as prateleiras até meados de maio, e mostramos agora, em detalhes, quem ganha em cada categoria. Veja o comparativo abaixo e clique nos links para conferir os reviews completos, cheios de gráficos.
Configuração
Aqui a briga é entre AMD e Intel. O micrinho da Acer vem com Athlon Dual Core, de 1,2 GHz. Já o Asus tem chip Atom N330, de 1,6 GHz. Ambos empatam na memória de 2 GB. Vitória do Eee PC por 9,5 a 8,8.
Vídeo
Com meia polegada a mais de tela, o Eee PC de 12,1 polegadas simplesmente dá show nesse quesito, antes ignorado por fabricantes de netbooks. Sua placa NVIDIA ION deixa no chinelo a ATI Mobility Radeon HD 3200 do Acer. O Asus ainda vem com HDMI. 9,5 a 8,9.
Áudio
Eles têm alto-falantes decentes, mas não impressionam. Distorcem muito pouco, mesmo com volume no máximo. Mas o 1201N fica devendo graves. Ponto para o Acer, 7,4 a 7,3.
Usabilidade
Quando o assunto é conforto, os dois são muito parecidos por dentro. Eles têm teclados grandes e com botões firmes, além de touchpads com boa sensibilidade, mas pequenos. Não tem como desempatar. 7,8 a 7,8.
Design
Nosso glorioso Eee PC até se esforça, mas não passa de um micro comum e bonito, no quesito visual. Enquanto isso, o Ferrari One é... bem, é uma Ferrari. 8,6 a 8,1.
Bateria
Na disputa puramente matemática, o netbook da Acer aguenta 149 minutos, durante uso intenso. O modelo da Asus quase chega lá, com 134 minutos. Traduzindo em notas, 7,4 a 7,3.

Placar final: 8,4 a 8,3. E o vencedor é o Asus Eee PC 1201N!

>> Não entendeu nada dessa conta? Veja nossos critérios e pesos: 35% para configuração; 5% para vídeo; 5% para áudio; 15% para usabilidade; 20% para design e 20% para bateria.

>> Não concorda com nada disso? Deixe seu comentário.




Fonte: http://info.abril.com.br/

FIFA World Cup South Africa chega em abril


No próximo dia 27 de abril chaga às lojas do Brasil o novo 2010 FIFA World Cup South Africa, game baseado na próxima Copa do Mundo.

O game, que será lançado para Xbox 360, Playstation 3, Nintendo Wii e PSP, foi desenvolvido a partir do FIFA 10 e trará em detalhes todos os cenários das disputas na África do Sul.
Segundo a Electronic Arts, mais de 100 alterações foram feitas de acordo com as sugestões dos fãs da série, como a interação entre técnicos e jogadores.

Em jogos da seleção brasileira, por exemplo, Dunga aparecerá diversas vezes na beirada do campo para reclamar ou dar ordens ao time. Também será possível controlar o “professor” durante as partidas.

Ao todo, são 199 seleções que podem disputar o campeonato mundial nos 10 estádios oficiais, localizados na África do Sul.

Opções e modos de jogo

O menu de controles oferece uma opção a mais que pode agradar os iniciantes. Uma forma simplificada que utiliza apenas dois botões, um para passes e outro pata chutes. Uma alteração que pode atrair mais usuários que não gostam de lidar com as combinações de botões mais complexas.

Outra novidade é o modo de jogo permite alterar a história da classificação de cada seleção, deixando o usuário livre para alterar os resultados finais de cada partida.

“Desta forma, o player poderá dar a vitória aos franceses no jogo de despedida do craque Zidane, na final de 2006 entre Itália e França ou ainda desfazer a injustiça do gol de Henry com a mão na eliminatória de 2010 e levar a Irlanda ao Mundial”, aponta a empresa.

O modo principal é o “Copa do Mundo”. Nele, todos os dados de partidas, adversários e horários estão de acordo com as informações oficiais do evento real. O “Eliminatórias Regionais” permite a escolha de qualquer time, com o objetivo de classificá-lo para o mundial.

Em “Partidas Online”, os jogadores poderão testar suas habilidades com outros adversários pela internet.

Detalhes e mais detalhes

Além da reprodução fiel dos jogadores, a EA resolveu trabalhar em outros mecanismos para aumentar a sensação de realismo.

A altitude será um dos fatores que poderão influenciar no desempenho de algumas equipes. Além disso, o sistema de iluminação passou por melhorias e agora deve ressaltar detalhes dos estádios e da torcida, que vai receber faixas, bandeiras e exibir chuva de papéis picados.
As cornetas africanas, conhecidas como vuvuzelas, também estarão presentes, junto com um sensível aumento do público feminino no estádio. Uma novidade para a série FIFA.

Os preços para PS3, Xbox 360 e Wii ainda não foram divulgados. Já a versão para PSP deve custar R$ 189,90.



Fonte: http://info.abril.com.br/

Voltam os vinis e chegam os livros digitais no Brasil


A Livraria Cultura, uma das mais tradicionais do país, se prepara para a chegada de 120 mil livros digitais: vendas de vinis, CDs e DVDs também cresceram em tempos de downloads
A esposa de Sérgio Herz, diretor da Livraria Cultura, presenteou-o há pouco tempo com um tocador de vinis. O agrado, que pareceria algo antiquado se não fosse a entrada USB e compatibilidade com CDs e MP3, fez com que ele, segundo o próprio, “voltasse no tempo” e comprasse discos de alguns de seus clássicos preferidos, como Queen e Led Zepellin.

E parece que ele não é um colecionador solitário. Hoje, diz Herz, as vendas das “bolachas” de sua loja já representam 5% da área musical, algo que era inimaginável três anos atrás. Um fenômeno parecido com o ocorrido em 2009 com suas vendas de CDs e DVDs, que, para a surpresa de muitos, aumentaram 17% em meio à concorrência de torrents, blogs e compartilhadores de arquivos espalhados pela web.

A internet, inclusive, vem sendo uma grande aliada para o diretor da Livraria Cultura. De todas as suas vendas, 18% vêm do online – 80% delas correspondem a livros (o artigo mais comprado por e-commerce no Brasil). Até mesmo o Google Books, vilão para muitas editoras internacionais, é citado por ele como um grande imã para atrair consumidores e leitores pelo site de busca.
Agora, seu desafio é manter os bons números na internet e tentar prever a loucura do mercado da cultura e entretenimento ligado à tecnologia pessoal. Que mídia fica? Qual sai? O que entra no lugar?

A fim de discutir o tema, Herz aceitou conceder uma entrevista para falar sobre comércio online no Brasil, consumidores, música, burocracia, livros de papel e a mais nova aposta de sua loja: os livros digitais.

Confira a conversa logo abaixo:


Quantos livros digitais virão e quanto custarão?
Vamos começar a comercializar 120 mil títulos, vindos de editoras estrangeiras e nacionais. Os preços são feitos pelas próprias editoras, elas que determinam. Normalmente são mais baratos do que os livros de papel. Em alguns casos, 20% a 25% mais barato. Mas tem livros que são mais caros, por política da editora…

O consumidor do Brasil está preparado para este formato?
O mercado nasceu agora. É um começo e está todo mundo testando. E o consumidor aprende também, tem uma evolução dos dois lados, tanto das empresas que oferecem o serviço quanto de quem está comprando. A probabilidade é o crescimento. Quanto mais device tiver, mais fácil a divulgação. Agora, o que a gente não sabe é exatamente o quanto isso vai ocupar do livro tradicional.




Fonte: http://info.abril.com.br/

TV da Samsung faz bonito no 3D


Uma das maiores novidades em tecnologia do primeiro semestre começa a se materializar no Brasil a partir do mês que vem. E a Samsung também terá televisores em terceira dimensão nas lojas antes da Copa do Mundo, a partir de abril.

Serão três séries de TVs, tendo a 9000 de 55 polegadas como topo de linha. Trata-se de um modelo de LED full HD capaz de converter imagens 2D em 3D – ótima solução para resolver o problema do conteúdo ainda escasso captado com essa tecnologia. Num rápido teste durante o evento de lançamento, foi possível perceber que o recurso funciona muito bem, tanto para filmes quanto para jogos.

Outra novidade da televisão é o controle remoto com tela touchscreen de 3 polegadas. Ele reproduz o mesmo conteúdo da TV quando está a uma distância de até 25 metros. Mas é um pouco difícil de comandar, já que você precisa ficar com os olhos grudados nele quando vai apertar algum botão virtual.
O mais interessante, no entanto, é que o efeito dos vídeos que saltam pela tela não chegam a cansar os olhos como a TV já apresentada pela LG e a solução da NVIDIA para jogadores. Ao colocar os óculos, o usuário sente um conforto razoável e visualiza imagens fluidas, que não parecem em nada artificiais. Tomara que a impressão se confirme em nossos testes do INFOLAB, quando assistirmos algumas horas de filmes.

Para todos os televisores, estarão disponíveis aqueles recursos online já vistos nas primeiras TVs de LED da Samsung: aplicativos como YouTube e conteúdo do Terra acessados pela conexão Wi-Fi. Existem novos widgets para acessar Skype, Twitter, Picasa, Apontador e receber conteúdo da ESPN. O acabamento do modelo é um capítulo à parte. A tela tem menos de 1 centímetro de espessura e construção em alumínio escovado.

O preço do modelo topo de linha, que chegará às lojas em junho, ainda não foi divulgado. Porém o mais simples da série, o 7000 de 40 polegadas, estará à venda a partir do mês que vem, por 5.999 reais. Num pacote com player de Blu-ray 3D e dois óculos, sairá por 8.000 reais.




Fonte: http://info.abril.com.br/

Hacker diz que pode desbloquear iPad


George Hotz, mais conhecido como o hacker Geohot: ele diz que criou uma ferramenta capaz de desbloquear o iPad

SÃO PAULO – O iPad só chega às lojas dos Estados Unidos no dia 3 de abril, mas o hacker americano George Hotz, mais conhecido como Geohot, diz que já criou uma ferramenta capaz de desbloquear o tablet da Apple.

Segundo Hotz, que ficou conhecido por publicar tutoriais de desbloqueios de iPhone, seu novo utilitário de jailbreak é tão abrangente para o iPhone OS que deverá servir para todos os equipamentos da marca, incluindo provavelmente o iPad.
Com o "destravamento", o iPad seria liberado para receber qualquer aplicativo, desde os oficiais e pagos até os não-oficiais.

No seu blog ele não especifica o funcionamento, mas diz que a ferramenta deve ser tão simples de usar quanto a sua última versão, a blackra1n, lançada no segundo semestre do ano passado.

“Não me pergunte a data de lançamento. Você não fará isso acontecer tão cedo”, escreveu.




Fonte: http://info.abril.com.br/

Justiça contraria Anatel sobre ponto-extra

A Justiça de São Paulo determinou que é ilegal a cobrança de ponto-extra por operadoras de TV paga e também o “disfarce” dessa cobrança por meio de aluguel do conversor extra.
A decisão da 6ª Vara da Fazenda Pública atende ao pedido do Procon-SP que defende o fim de qualquer forma de cobrança do ponto-extra em contratos de TV paga. O objetivo do Procon é que as operadoras cumpram a regra que determina a cobrança de uma mensalidade única de TV paga por unidade domiciliar.
Assim, quem assina TV a cabo, por exemplo, pagaria um só valor para ver TV na residência, independente de ter pontos independentes em vários cômodos. Uma decisão da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) já proíbe a cobrança de ponto-extra.
A Anatel, no entanto, considera legal a cobrança de aluguel do conversor de TV adicional. Na prática, esta brecha permite que as TVs continuem cobrando pelo ponto-extra, porém sob o nome de “aluguel de conversor”.
A decisão da Justiça contraria a Anatel e determina o fim da cobrança disfarçada. As operadoras de TV podem recorrer.




Fonte: http://info.abril.com.br/

sexta-feira, março 26, 2010

Celular 4G é lançado nos Estados Unidos pela HTC


O primeiro aparelho com tecnologia Wi-Max e sistema operacional Android foi anunciado nesta terça-feira (23) em Las Vegas durante a CTIA Wireless. O HTC EVO 4G acessa a rede de alta velocidade Wi-Max da operadora Sprint, nos Estados Unidos e é o segundo aparelho da HTC compatível com esse tipo de tecnologia. Segundo a Sprint, o Wi-Max atinge velocidades de download até 10 vezes mais rápidas que um telefone 3G.

O HTC EVO 4G vem com um processador Qualcomm Snapdragon de 1 GHz, duas câmeras integradas (uma frontal de 1,3 megapixel para videochamadas e uma traseira de 8 megapixels com gravação em alta definição), tela sensível ao toque de 4,3 polegadas e um transmissor Wi-Fi que permite que até outros oito dispositivos compartilhem a conexão Wi-Max.

Ainda no vídeo, o aparelho permite upload de vídeos HD para o YouTube ou Facebook, transmissão em tempo real com o aplicativo Qik ou exibi-los na TV por meio de um cabo HDMI opcional.

A versão usada no EVO 4G é o Android 2.1, com acesso aos recursos mais recentes do Google, como o buscador visual Googles e downloads do Android Market. O Wi-Max, usado pela operadora Sprint em 27 regiões dos Estados Unidos, é concorrente do padrão LTE (uma evolução do 3G atual baseado em redes GSM). Ambos levam a nomenclatura "4G". A Sprint disse que vai começar a vender o EVO 4G ainda neste semestre, sem preço definido ainda.




Fonte: http://tecnologia.terra.com.br

Motorola mostra primeiro Android para Nextel


A Motorola mostra esta semana em Las Vegas o i1, seu primeiro smartphone com Android com tecnologia iDEN, usada pela operadora Sprint nos Estados Unidos e Nextel no Brasil.

O aparelho tem tela sensível ao toque de 3,1 polegadas, conectividade Wi-Fi, acesso aos serviços e aplicativos do Google, câmera de 5 megapixels e uma versão do Opera Mini 5 instalada direto no aparelho. O acesso a dados, nos EUA, será pela rede Nextel National Network e por Wi-Fi. A operadora Sprint, dona da Nextel, abriu um programa de desenvolvedores para integrar aplicativos de Android com as capacidades de comunicação push-to-talk dos aparelhos iDEN.

Segundo a Motorola, o i1 será lançado ainda neste semestre nos Estados Unidos. O preço não foi divulgado.





Fonte: http://tecnologia.terra.com.br

Samsung Galaxy S: novo Android quer concorrer com Nexus One


A Samsung anunciou nesta terça-feira o smartphone Galaxy S (GT-I9000), um aparelho com sistema operacional Android 2.1 e tela sensível ao toque de 4 polegadas, maior que a do Nexus One, do Google, que tem uma tela de 3,7 polegadas. Segundo a Samsung, o modelo terá lançamento mundial em breve, mas não há data definida.

O anúncio foi feito na conferência CTIA Wireless, em Las Vegas, Estados Unidos.

O Galaxy S conta com tela sensível ao toque do tipo AMOLED, que promete uma tela 20% mais iluminada do que a dos aparelhos atuais, com resolução de 800 x 480 pontos - ideal para assistir vídeos -, processador de 1 GHz e câmera de 5 megapixels capaz de filmar em qualidade HD (720), além de conectividade 3G, Wi-Fi, Bluetooth e navegação via GPS.

A versão do Android usada no Galaxy S é a 2.1, mais recente e disponível apenas no Nexus One e em atualização do Motorola Droid nos Estados Unidos. Além de acesso aos serviços do Google, o novo smartphone da Samsung terá o aplicativo Layar, um navegador de realidade aumentada, já instalado no aparelho. O preço do Galaxy S não foi divulgado.

O chefe do setor de celulares da empresa, JK Shin, disse em discurso no CTIA, que a Samsung busca parcerias com grandes empresas de mídia para dar aos smartphones acesso a filmes, programas de televisão e livros eletrônicos através de download direto.




Fonte: http://tecnologia.terra.com.br

HP desenvolve telas flexíveis e que podem ser enroladas


A HP está trabalhando na criação de telas finas como uma folha de papel e que podem ser enrolados como um pôster. Segundo o site holandês Hardware.Info, a tecnologia já foi demonstrada à imprensa por Phil McKinney, chefe de tecnologia da HP, durante um evento em Barcelona.

As telas são "impressas" em uma base de Mylar (um material plástico), capazes de mostrar imagens a cores e com atualização rápida o suficiente para a exibição de um filme, garante o executivo. Além disso, compartilham uma característica em comum com as telas e-Ink: só precisam de energia elétrica para mudar a imagem exibida, mas não para mantê-la. Com isso, consomem menos energia. Entretanto, em nenhum momento da demonstração as telas foram ligadas.

Apesar da flexibilidade, as telas não foram projetadas para aguentar um "enrola/desenrola" no dia-a-dia. De acordo com McKinney, elas ainda são frágeis e deixariam de funcionar depois de serem enroladas meia dúzia de vezes. Em vez disso, a HP pretende usar a tecnologia para criar portáteis com telas mais finas e formatos inovadores, impossíveis de conseguir com os LCDs tradicionais.

Espera-se que os primeiros produtos baseados nesta tecnologia cheguem ao mercado em dois anos, com produção em larga escala em três anos. As idéias de uso são ambiciosas: além de leitores coloridos para e-books (o uso mais imediato), McKinney imagina, por exemplo, telas integradas ao papel de parede.




Fonte: http://tecnologia.terra.com.br

Microsoft testa serviço similar ao Twitter


Se chama OfficeTalk o novo serviço de microblogging que está sendo testado pela Microsoft. Muito parecido com o Twitter, é projetado para uso corporativo. Um conceito por enquanto, o OfficeTalk, em sua versão final, poderá ser oferecido como um serviço a ser instalado internamente em qualquer organização, integrado ao SharePoint ou ao conjunto do Office.
No site do laboratório da Microsoft, o Office Labs, encontram-se mais informações sobre a novidade (www.officelabs.com/officetalk). A empresa diz que como o serviço ainda está nas etapas iniciais de criação, é muito similar a outros produtos conhecidos, mas já foi visto por mais de 10 mil visitantes e recebeu centenas de posts diários.

A Microsoft está disponibilizando a novidade para alguns poucos clientes, para um teste, e aceita pedidos externos de empresas que desejam aderir ao programa piloto. Entretanto, como é um projeto de pesquisa, poucas permissões serão dadas.

Como funciona
As pessoas criam perfis que se comunicam em 140 caracteres ou menos. O usuário vê a mensagem das pessoas as quais segue. O OfficeTalk inclui uma funcionalidade de busca para encontrar as pessoas.

O feed da empresa mostra os lugares de todas as pessoas que estão postando. Como no Twitter, você pode ver o perfil da pessoa, o número de menções, posts, seguidores e pessoas que o usuário segue. Também há um serviço de encurtamento de URL.

De acordo com o jornal The New York Times, a Microsoft está chegando atrasada para o mercado com o OfficeTalk. Socialtext, Socialcast, Yammer e uma série de outros serviços já são oferecidos há pelo menos um ano.





Fonte: http://tecnologia.terra.com.br

quinta-feira, março 25, 2010

TVs 3D chegam ao Brasil custando a partir de R$ 7 mil


As primeiras TVs 3D a chegarem ao mercado brasileiro vão custar entre R$ 7 mil e R$ 15 mil. O valor, divulgado pela rede de varejo Fnac, se refere apenas a dois modelos da LG a serem lançados em abril.

A loja vai demonstrar os modelos da série LX9500 (telas de 55 e 47 polegadas) e LEX6500 (telas de 42, 47 e 55 polegadas). Segundo a Fnac, o preço ainda não é o final e varia de acordo com o tamanho da tela e o modelo escolhido nessas duas séries de produtos. A LG pretende lançar quatro séries de TVs 3D em 2010 no Brasil, totalizando nove televisores.

Para o segundo semestre, estão previstas as séries LEX9 (72 e 60 polegadas) e LEX8 (55 e 47 polegadas). Os televisores 3D serão Full HD (1080p) com frequência de 480 Hz, que melhora o contraste e nitidez das cenas.

A Fnac diz que recebe os primeiros modelos para demonstração nas lojas a partir de 15 de abril, com venda em pronta-entrega entre duas e três semanas após essa data.





Fonte: http://tecnologia.terra.com.br/

Sistema que roda em todos os netbooks está disponível


Já está disponível para download o "beta final" do Jolicloud, um sistema operacional baseado em Linux desenvolvido sob medida para netbooks, que combina aplicativos locais e o melhor da web 2.0 em um único ambiente.

Batizada de "Robby" esta versão é compatível com 100% dos netbooks já lançados, garantem os desenvolvedores: desde o primeiro ASUS EeePC 701 com processador Celeron, passando por máquinas com processadores VIA C7 (como o primeiro Mobo, da Positivo Informática) até os novíssimos modelos com processadores Atom Pine Trail de baixíssimo consumo e aceleradoras 3D NVIDIA Ion.

Entre os principais destaques desta versão estão um "modo desktop" para uso em máquinas com telas de mais 11 polegadas e a adoção do Google Chrome como plataforma para execução de aplicativos Web 2.0, o que resulta em melhor desemp enho em serviços como GMail, 280 Slides e muitos outros.

O Jolicloud "Robby" pode ser baixado gratuitamente em duas versões: a Express, para instalação lado-a-lado com o Windows, e uma imagem ISO, para instalação sozinho. Mais informações no site oficial, em www.jolicloud.com.

Batizada de "Robby" esta versão é compatível com 100% dos netbooks já lançados, garantem os desenvolvedores: desde o primeiro ASUS EeePC 701 com processador Celeron, passando por máquinas com processadores VIA C7 (como o primeiro Mobo, da Positivo Informática) até os novíssimos modelos com processadores Atom Pine Trail de baixíssimo consumo e aceleradoras 3D NVIDIA Ion.

Entre os principais destaques desta versão estão um "modo desktop" para uso em máquinas com telas de mais 11 polegadas e a adoção do Google Chrome como plataforma para execução de aplicativos Web 2.0, o que resulta em melhor desemp enho em serviços como GMail, 280 Slides e muitos outros.

O Jolicloud "Robby" pode ser baixado gratuitamente em duas versões: a Express, para instalação lado-a-lado com o Windows, e uma imagem ISO, para instalação sozinho. Mais informações no site oficial, em www.jolicloud.com.




Fonte: http://tecnologia.terra.com.br

Amazon mostra prévia do Kindle para iPad


Na semana passada, a Amazon, ao lançar o aplicativo Kindle para Mac, já havia prometido uma versão do programa para iPad. Hoje, a companhia mostrou os primeiros detalhes do novo produto, que vai funcionar no tablet da Apple e de outros fabricantes.

Segundo a Amazon, o Kindle para iPad/tablets vai funcionar do mesmo modo que nas outras plataformas (Kindle/PC/Mac/iPhone/BlackBerry): dá acesso à loja de livros eletrônicos, com mais de 450 mil títulos (a maioria em inglês), com leitura e sincronização de informações de anotações e páginas lidas entre os diversos dispositivos. A Kindle Store está disponível para mais de 100 países, incluindo o Brasil.

A versão para iPad, entretanto, promete "a melhor experiência de leeitura no seu tablet, incluindo o iPad". Terá, de acordo com a Amazon, uma interface feita especificamente para o tamanho do tablet, com customização de cores de fundo e de fontes para facilitar a leitura, ajuste de brilho da tela direto do aplicativo e efeitos de animação na hora de virar a página, para dar a mesma sensação de ler um livro. Um modo básico pode ser usado para "uma experiência de leitura mais simples".

O iPad já está em pré-venda nos Estados Unidos e chega às lojas a partir do próximo dia 3. No final de abril, diz a Apple, Austrália, Alemanha, Canadá, Espanha, França, Itália, Japão, Suíça e Reino Unido terão o iPad à venda, com preços ainda a serem anunciados. Não há previsão de lançamento para o mercado brasileiro, por enquanto.

Torneira discada ajuda a economizar água


Aquelas pessoas que costumam esquecer de fechar a torneira enquanto escovam os dentes ou fazem a barba vão gostar desse projeto. Trata-se de uma torneira que possui um "discador" no lugar do tradicional registro.

Assim, o usuário escolhe se quer deixá-la aberta por 5, 10 ou 15 segundos, gira o botão selecionado e usa a torneira até que a água seja cortada após o tempo indicado.

Com um design atrativo e funcional, a torneira é mais um exemplo que se encaixa na "Teoria da Diversão", que afirma que é mais fácil incentivar as pessoas a mudarem seus hábitos em prol de uma vida mais saudável e sustentável se isso também for divertido.

A criação é da designer Eun ji Byeon e ela não informou se a peça será produzida.





Fonte: http://tecnologia.terra.com.br

Americano controla veículo a partir de iPod Touch


Dave Phipps consegue controlar seu carro pelo iPod Touch. O velho Pontiac GTO 1969 abre as portas, o porta-mala, liga e desliga o rádio e ainda dá a partida.

O americano se utilizou de uma interface de controle remoto para iPod Touch e iPhone, conhecida por RedEye. A interface é uma combinação de hardware e software que se comunica com os iPods através de uma rede wifi e retransmite os sinais de comando.

E se você acha que isso já é suficientemente interessante, precisa saber o que Phipps já fez com o seu Pontiac: ele já controlou o possante a partir do celular e também já implementou um sistema de controle por voz - bluetooth - tudo isso antes de se interessar em fazer o veículo ser controlado de longe por um player da Apple, explica o site The Daily Caller.

Para ver a demosntração de Phipps, visite o site http://bit.ly/bZnWZf




Fonte: http://tecnologia.terra.com.br

quarta-feira, março 24, 2010

Espaçonave comercial faz 1º teste de voo


Os testes de voo com a nave devem durar até 2011 e as operações comerciais começam em 2012.


Uma espaçonave suborbital da aspirante à operadora de turismo espacial Virgin Galatic fez um primeiro teste de voo sobre os céus do deserto de Mojave, na Califórnia.

A nave, com capacidade para seis passageiros, chamada de VSS Enterprise, permaneceu presa ao avião que a transportou durante o voo de duas horas e 54 minutos.
A Virgin Galatic, uma aposta do Virgin Group, do bilionário britânico Richard Branson, já recebeu cerca de 45 milhões de dólares em depósitos e tarifas de mais de 330 aspirantes a astronauta. Cada um vai pagou 200 mil dólares para vivenciar a experiência de um voo suborbital.

A Enterprise foi projetada e construída por Burt Rutan, fundador da Scaled Composites, uma subsidiária do grupo Northrop Grumman.

"Ver a VSS Enterprise voando pela primeira vez torna real a beleza e a inovação dos veículos criados por Burt e sua equipe para nós", afirmou Branson em comunicado.

Os testes de voo com a nave devem durar até 2011 e as operações comerciais começam em 2012.

A Enterprise foi baseada em um protótipo de nave suborbital conhecido como SpaceShipOne, que venceu um prêmio de 10 milhões de dólares em 2004 por ter sido a primeira nave financiada com recursos privados a fazer voos espaciais tripulados. A nave está agora exposta no Museu Aéreo e Espacial Smithsonian.




Fonte: http://info.abril.com.br/

Dell Mini 3 americano é melhor do que o brasileiro


Querida Dell, nós ficamos muito felizes em ser um dos dois primeiros países a receber seu primeiro smartphone com Android, o Mini 3iX. Mesmo com alguns pontos que nos incomodaram, foi uma atitude lisonjeira. Agora, o que nós não gostamos é de saber que a versão americana, batizada de Aero, terá recursos muito mais legais.

É, meus caros amigos, a realidade é dura e crua assim. As diferenças do Aero para o Mini 3iX são sensíveis. Em primeiro lugar, nossa maior reclamação em relação ao 3iX era sobre a ausência do Android Market. Segundo a Dell, a escolha foi feita por razão de uma parceria com a América Movil, que quer expandir sua própria App Store na América Latina. Assim, apenas a loja da Claro está disponível.

Quando conversamos com o pessoal da Dell, eles admitiram: “a inclusão do Android Market nos EUA vai depender da operadora”. E, oras, lógico que a AT&T não ia querer comprar essa briga com o mercado norte-americano. Assim, o acesso à loja está disponível no Aero.

Pelas fotos, a interface do Dell Aero é diferente do 3iX, prometendo integração com Picasa, Facebook, Twitpic e outras redes sociais. Nesse caso, não podemos especificar se ela é melhor ou não do que a nossa versão. Porém, o excesso de simplicidade do Android redesenhado no 3iX pode ser um problema para alguns, diminuindo o número de personalizações, marca registrada do sistema operacional do Google.

A AT&T ainda informa que a câmera do Aero terá 5 megapixels. São 2 MP a mais que a versão nacional, que não agradou no teste de fotografias no INFOLAB. Há ainda a informação de que a tela terá resolução nHD, só não sabemos se isso é mais que os 640 por 360 pixels que o Mini 3iX tem.

No fim das contas, nos perguntamos: será que o mercado brasileiro recebeu o 3iX por seu potencial emergente mesmo ou ele chegou por aqui apenas para um teste inicial, já que é o primeiro smartphone da empresa? Aguardamos um posicionamento da Dell e, assim que ele sair, prometemos atualizar as informações.




Fonte: http://info.abril.com.br/

Lente da mini filmadora da Sony gira 270 graus



Depois da Samsung e da Kodak, é a vez da Sony lançar sua filmadora de bolso no Brasil. Como a U10 da Samsung, ela filma em 1 920 por 1 080 pixels e, diferente da Zx1, da Kodak, tem um visual bastante moderno, com uma lente que gira 270 graus.

A MHS-PM5, ou simplesmente Bloggie, tem foco em redes sociais e sincronização rápida de vídeo com o YouTube. Filma em full HD e fotografa em 5 megapixels. Ela vem em branco, violeta, azul ou rosa para tentar conquistar o público jovem e abastado do Brasil.

Sim, abastado, pois o preço de 999 reais da Bloggie é de descabelar. Mas vale a pena tentar entender o que a câmera tem de diferente. Segundo Carlos Paschoal, gerente-geral de Digital Image da Sony, uma pesquisa mostra que os jovens brasileiros estão dispostos a pagar até 30% a mais pelo detalhe da filmadora: a lente que gira 270 graus. Com ela fica bem mais fácil tirar aquelas fotos de si mesmo abraçado a um amigo. A câmera liga ou desliga automaticamente quando a lente é movida e começa a filmar ou fotografar com um apenas um botão. E aí, você pagaria?

No mais, a Bloggie tem aproximadamente 26 MB de espaço interno, completados com cartão SD de até 32 GB. A tela de LCD tem 2,4 polegadas, mas no modo de fotografia metade do visor é coberto por um menu do qual não é possível se livrar. A câmera se ajusta bem à luz ambiente, mas não tem flash, como é mais comum em filmadoras de bolso. O foco, por ser fixo, também pode produzir imagens um pouco borradas se você estiver fotografando algo de perto. Já uma entrada USB, que pula para fora da filmadora, facilita bastante a vida ao eliminar totalmente a necessidade de cabos.

A Bloggie e seu pescoço contorcionista chegam às lojas entre quinta e sexta-feira e não vêm com Memory Stick nem cartão SD.




Fonte: http://info.abril.com.br/

SanDisk anuncia microSDHC de 32 GB


Mirando não só os fotógrafos profissionais, mas também aqueles entupidores de arquivos nos smartphones, a SanDisk anunciou hoje seu cartão microSDHC de 32 GB, com garantia de 5 anos e previsão de chegada ao varejo em abril.
A novidade chega pronta para colocar cerca de 4 000 músicas e 84 horas de vídeo no espaço interno. O preço indicado é de 199 dólares, mas como ela só chega ao varejo no próximo mês, não há o preço exato no mercado brasileiro.
Assim, o pequeno gigante junta-se à equipe de cartões de 2, 4, 8 e 16 GB. O grande mistério é como foi possível colocar 32 GB em um dispositivo tão pequeno quanto um microSD. E é bom ficar esperto: nem todos os gadgets aceitam o formato microSDHC. É bom consultar as especificações do seu aparelho antes de comprar essa minibelezura.


Idec obriga teles a exibir velocidade do 3G

A Justiça Federal acaba de conceder uma liminar determinando que Telefônica, Net São Paulo, Brasil Telecom e Oi (Telemar Norte Leste) informem a verdadeira velocidade de acesso à banda larga em suas peças publicitárias.


Por um pedido do Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor), a decisão tem como objetivo “vetar a publicidade enganosa de banda larga” e prevê suspensão da publicidade e da comercialização do serviço, caso não haja uma adequação das empresas nos próximos 30 dias.
A liminar ainda prevê uma multa de cinco mil reais por dia de descumprimento. O mesmo valor de penalidade deve ser aplicado se a operadora pedir uma multa contratual para o usuário que quiser cancelar o serviço “em razão da lentidão do serviço contratado”.


Responsável pelo veredicto, a juíza substituta da 6° Vara Federal, Dra. Tânia Lika Takeushi, entendeu que não cabe à Anatel a fiscalização do cumprimento da informação publicitária adequada, e sim, ao Idec e ao Ministério Público Federal.


O Idec deve recorrer à própria juíza para esclarecer alguns pontos da decisão.




Fonte: http://info.abril.com.br/

terça-feira, março 23, 2010

Twitter tem voz no SBT


A diretora-geral do SBT, Daniela Beyruti, conta como os tuiteiros dão palpites na programação da emissora.


Em pleno horário nobre, uma faixa diária da programação do SBT está reservada para seriados escolhidos pelos próprios telespectadores. No site do canal, eles votam nos programas que querem ver na tela. Foi assim, por exemplo, que foi decidido que o drama adolescente Gossip Girl substituiria o seriado Sobrenatural em 2010. Essa estratégia, adotada em setembro, ajudou a emissora a chegar à vice-liderança em audiência no horário. Foi lendo comentários no Twitter que a diretora-geral do SBT, Daniela Beyruti, teve a ideia de delegar a escolha aos internautas. Filha número 3 de Sílvio Santos, a empresária de 32 anos mantém o perfil @danibey (http://twitter.com/danibey). Tuitando no computador e no smartphone, ela convida seus 24 000 seguidores (os SBTistas, como ela os chama) a dar palpites sobre a programação. Daniela diz que o SBT planeja oferecer todo o seu conteúdo na internet. Outros planos divulgados pela emissora incluem transmitir programas via celular para brasileiros que moram no Japão, e, via web, para os que residem nos Estados Unidos. Ela contou à INFO como a emissora procura adotar novas tecnologias sem afastar seu público tradicional, das classes C e D.


INFO - O fato de os usuários ajudarem a definir a programação reduziu a necessidade de mudá-la constantemente?


DANIELA BEYRUTI - Faz muito tempo que não alteramos nossa programação sem avisar aos telespectadores. Nunca quisemos desrespeitar a quem nos assiste. Nossa intenção é consolidar a grade com produtos que agradem ao público. A votação na internet nos ajuda a ter uma ideia do que as pessoas querem.




Fonte: http://info.abril.com.br/

Monitor da LG não tem frescura


Modelo W2043S, de 20 polegadas, mostra boas imagens, mas usa conexão D-Sub



Se você não se importa em ligar o desktop ao monitor usando obrigatoriamente o cabo D-Sub, o LG Flatron W2043S pode ser um companheiro na medida para um micro de mesa tão básico quanto ele. Esse modelo não tem entrada DVI, alto-falantes ou qualquer outro item minimamente supérfluo. Oferece apenas um display LCD de 20 polegadas com boa qualidade de imagem, design discreto e, claro, precinho convidativo. Ele está à venda por 529 reais.

Feito para uso doméstico, o W2043S possui especificações dentro da média. Com resolução máxima de 1.600 x 900 pixels, ele tem contraste dinâmico de 30:000:1 e tempo de resposta de 5 milissegundos. A tela tem brilho de 300 cd/m2, com ângulo de visão de até 170 graus. Com o monitor ligado, notamos boa qualidade de imagem, com cores vivas e níveis de contraste e brilho bem equilibrados. No quesito energia, o aparelho consome 37 watts, quando está ligado, e 1 watt em espera.

O design do LG Flatron W2043S é simples, porém bonito. O monitor possui acabamento em preto brilhante, com as bordas largas e arredondadas. Os botões de controle localizados na parte inferior da tela permitem ao usuário fazer ajustes na imagem de maneira intuitiva. Também dá para colocar efeitos de cor, selecionando visualização monocromática ou sépia, por exemplo. Fisicamente, é possível ajustar apenas o ângulo de inclinação da tela, já que a base não é giratória.




Fonte: http://info.abril.com.br/

Google fecha busca chinesa


Buscas do Google na China estão sendo redirecionadas para Hong Kong: empresa afirma que é o fim da censura para os usuários chineses

O Google acaba de confirmar em comunicado oficial que as censuradas buscas chinesas não fazem mais parte do programa da companhia.

Agora, todos os serviços com o domínio chinês “.cn” estão sendo redirecionados para “.hk”, pertencente a Hong Kong.
Para a equipe americana de Mountain View, a mudança significa que não há mais censura de resultados de busca aos visitantes chineses.

De acordo com o vice-presidente sênior do Google, David Drummond, parte das operações de pesquisa e desenvolvimento da companhia continuarão na China, a fim de manter uma presença mercadológica no país.

Esta operação, porém, segundo o próprio, dependerá da capacidade dos usuários chineses em acessar o domínio de Hong Kong.

Por fim, Drummond diz que a decisão foi tomada pela cúpula de executivos americanos, eximindo os funcionários chineses da responsabilidade do fechamento da busca local.




Fonte: http://info.abril.com.br/

Galáxia produz 250 sóis por ano


Ilustração mostra a galáxia recém descoberta

Descoberta por acaso, uma galáxia a 10 bilhões de anos-luz produz estrelas 100 vezes mais rápido do que as galáxias mais novas.

Batizada de SMM J2135-0102, ela gera cerca de 250 sóis todos os anos.

Astrônomos utilizavam o telescópio Atacama Pathfinder Experiment (APEX), no Chile, para observar um aglomerado de galáxias (cluster) quando perceberam um brilho intenso.

Ao analisar as imagens, eles descobriram a existência deste corpo desconhecido... Mas como era possível observar em tantos detalhes algo que ocorreu há tanto tempo? Afinal, cada ano luz de distância representa também o tempo que aquela imagem levou para chegar até nós.

Graças a um alinhamento fortuito, a galáxia recém descoberta estava sendo amplificada pelo cluster, fazendo com que os pesquisadores enxergassem detalhes do que aconteceu há 10 bilhões de anos como se estivessem a apenas algumas centenas deles.

Este fenômeno já havia sido previsto na teoria da relatividade de Albert Einstein. Devido à sua enorme massa e sua localização entre a nossa visão e as galáxias mais distantes, os clusters galácticos agem como lentes gravitacionais eficientes. Eles curvam a luz e podem produzir efeitos interessantes como distorções ou multiplicação de imagens.

O acaso permitiu que, pela primeira vez, astrônomos medissem diretamente o tamanho e brilho de regiões de nascimento de estrela em uma galáxia distante.





Fonte: http://info.abril.com.br/

Brasil é imã para ameaças bancárias


Ameaças roubam senhas de banco e números de cartões de crédito


O Brasil é o alvo principal das ameaças bancárias de acordo um estudo feito pela Kaspersky sobre ataques de cavalos de troia.

A pesquisa, que traz os números de 2009, mostra que o país lidera o ranking global com 36% dos casos de infecção, seguido pela China, com 21% do total.
"O Brasil não só é o país mais atacado por trojans bankers como também é o principal produtor deste tipo de vírus. A grande maioria dos ataques que acontecem no Brasil é por vírus produzidos nesse país", afirma Dmitry Bestuzhev, analista de vírus sênior da empresa para a América Latina.

Os especialistas da Kaspersky apontam que existem três tipos de cavalos de troia. O PSW, que rouba senhas de e-mail e redes social, o Banker, responsável por capturar as credenciais de acesso a bancos e números de cartões de crédito, e o Spy, responsável por se apoderar de todo o tipo de informação referente ao usuário.

Curiosamente, no gráfico PSW, o Brasil nem apareceu entre os 10 mais infectados. O primeiro lugar ficou com a China, com 63%, seguida da Rússia, com 12%. Alemanha, Índia e Turquia, por exemplo, ficaram na faixa dos 3% a 2%.


Confira o top 5 dos países mais infectados por cavalos de troia bancários:

1-Brasil (36%)

2-China (21%)

3-Espanha (8%)

4-Rússia (8%)

5-México (7%)

Para se proteger dessas ameaças, o usuário deve manter suas soluções de segurança atualizadas, além de evitar a instalação de arquivos de origem duvidosa. Outra dica interessante é evitar a abertura de links em páginas desconhecidas.


segunda-feira, março 22, 2010

Designer cria tablet "superior" ao Windows Phone 7


Tanto a LG quanto a Samsung e a ASUS já desenvolveram hardware para o Windows Phone 7, mas um dos modelos mais interessantes é do escritório do designer Umang Dokey.

Dokey imaginou um tablet de 8 polegadas e duas webcams. Os dois joysticks seriam ideais para jogos, atuando como botões de ombro - e poderiam ser úteis até mesmo para navegar por documentos ou pela web. Um suporte que se transforma em teclado faria parte do próprio aparelho, diferentemente do que foi feito para o iPad.

O site Recombu chegou a elogiar o projeto como superior ao próprio sistema operacional, lembrando que o Windows Phone 7 não possui funções importantes, como copiar e colar. A Microsoft alegou esta semana - contra outro site, Engadget - que uma pesquisa com consumidores concluiu que a função não é importante.


Espermatozóide fluorescente testado em mosca


O receptáculo seminal e a espermateca de uma fêmea de D. melanogaster que primeiro cruzou com um macho com espermas modificados para brilharem na cor verde e, em seguida, com um cujo sêmen era vermelho. O esperma se mistura no receptáculo, mas somente o verde está na espermateca.

Biólogos trabalham com esperma que brilha no escuro para compreender melhor os mecanismos da seleção natural.

Ao alterar geneticamente moscas de fruta para que a cabeça de seus espermatozóides seja fluorescente, pesquisadores conseguem visualizar eventos antes impossíveis de serem vistos.
Ao tornar verde ou vermelho o material, Mollie Manier, John Belote e Scott Pitnick, da Universidade Syracuse, conseguiram ver o que ocorre entre a inseminação e a fertilização. Observando em detalhes o que acontece com esperma vivo dentro da fêmea eles podem determinar quais mecanismos agem na seleção chamada pós-copulativa.

Na natureza, a promiscuidade é muito comum e as fêmeas frequentemente copulam com mais de um macho no mesmo dia. Sempre que isso acontece há uma competição entre os diferentes espermas dentro do corpo na fêmea para ver quem fertilizará o óvulo. A seleção pós-cópula é, portanto, um mecanismo poderoso de mudanças evolutivas – afinal, é dessa disputa que sairá o espermatozóide que passará adiante suas características genéticas.

No caso da mosca da fruta (Drosophila melanogaster) há um detalhe que torna ainda mais interessante o estudo: as fêmeas possuem uma espermateca, um receptáculo que armazena os espermas antes de serem liberados ao encontro do óvulo.

Com os espermas que brilham no escuro os cientistas puderam, finalmente, diferenciar o sêmen de diferentes machos e observar seu comportamento dentro do corpo da fêmea.

O primeiro objetivo era desvendar o mecanismo por trás da competição de espermas e, quantificando os movimentos e destino dos espermatozóides de diferentes machos foi possível compreender melhor os mecanismos de seleção.




Fonte: http://info.abril.com.br/